Equipe e Colaboradores

A equipe

Andre Carlo Colonese (PhD em Arqueologia Pré-Histórica, Universidade de Siena, Itália) é um arqueólogo ambiental e biomolecular e pesquisador principal do TRADITION no Departamento de Pré-História e no Instituto de Ciência e Tecnologia Ambiental (ICTA) da Universitat Autònoma de Barcelona (UAB). Sua pesquisa envolve zooarqueologia, isótopos estáveis e análise de resíduos orgânicos para obter informações ambientais, dietas e práticas econômicas em áreas costeiras da América do Sul e no Mediterrâneo. Liderou projetos multidisciplinares de adaptação costeira pré-colombiana e produção de alimentos na Amazônia e na Mata Atlântica do Brasil (EU-Marie Curie, FAPESP, Newton-British Academy, National Geographic). Em TRADITION, ele pretende mostrar o potencial da arqueologia e da história para informar estratégias de gestão e conservação em pescarias de pequena escala na América do Sul tropical e subtropical.

Thiago Fossile (MSc em Biodiversidade Animal, Universidade Federal de Santa Maria, Brasil) é pesquisador pré-doutorado do TRADITION no ICTA. Durante seu mestrado, Thiago demonstrou que sítios arqueológicos pré-colombianos são valiosos arquivos de biodiversidade no litoral do Brasil. Ele estimou a captura de peixes durante o período pré-colonial em um grande estuário da Mata Atlântica, publicando um dos primeiros estudos sobre ecologia histórica marinha com base em dados arqueológicos da costa brasileira. No TRADITION, Thiago está analisando restos arqueológicos de fauna, usando uma abordagem interdisciplinar (isótopos estáveis, tafonomia óssea, parâmetros métricos, e paleoproteômica) para investigar as conexões entre pesca, mudança climática, tecnologia e eventos históricos nos recursos aquáticos desde os tempos pré-colombianos até os históricos.

Krista McGrath (Mestrado em Arqueologia, Universidade Simon Fraser, Canadá) é técnica de pesquisa em paleoproteômica do TRADITION no Departamento de Pré-História e no ICTA. Durante sua experiência como técnica em BioArCh (Universidade de York, Reino Unido), Krista aplicou extensivamente genômica e proteômica a uma ampla gama de materiais arqueológicos (osso, chifre, couro, cerâmica, cálculo dentário, e solo). Seu papel no TRADITION inclui principalmente as análises de Zooarqueologia por Espectrometria de Massa (ZooMS) de restos e artefatos de ossos de peixes e de mamíferos, e proteômica de resíduos cerâmicos e de cálculo dentário para reconstrução dietética.

Alice Toso (PhD em Arqueologia, Universidade de York, Reino Unido) é pesquisadora de Pós-Doutorado em TRADITION no Departamento de Pré-História e no ICTA. Alice é antropóloga e paleopatologista física, com excelente conhecimento em análises de isótopos estáveis para reconstrução da dieta e em ZooMS. A sua pesquisa de doutoramento centrou-se no impacto de eventos históricos nas comunidades costeiras e interiores de Portugal medieval e moderno. Ela trabalhou em populações pré-históricas na América do Sul para investigar padrões alimentares nos tempos pré-colombianos. No TRADITION, ela empregará uma abordagem isotópica com modelos bayesiano para quantificar e comparar dietas nos tempos pré-colombianos, durante as principais mudanças nos ecossistemas costeiros, e a colonização européia na Mata Atlântica.

Pesquisador de pós-doutorado em análise de resíduos orgânicos no Departamento de Arqueologia da Universidade de York (Reino Unido). O pós-doc desenvolverá a análise de resíduos orgânicos de artefatos de cerâmica (pré-colombiana e histórica) e integrará os resultados com outras linhas de evidência.

Pesquisador de pós-doutorado em análise Histórica no Departamento de Pré-História-ICTA (Espanha). O pós-doc desenvolverá a análise histórica das fontes escritas e artísticas no Brasil e integrará os resultados com outras linhas de evidência.

Santiago Sandoval (pós-graduado em estudos ambientais, Universidade Macquarie, Austrália) é um estudante de mestrado do TRADITION, pesquisando a ecologia histórica da pesca em pequena escala na América Latina. A experiência de Santiago traz uma abordagem transdisciplinar de ciência ambiental, social e política para a coordenação de políticas e programas de sustentabilidade. Ele trabalhou com organizações públicas, privadas e não-governamentais. Sua pesquisa com o TRADITION trabalhará para um mestrado em Sustentabilidade Ambiental, Econômica e Social com especialização em Economia Ecológica, com base no Departamento de Pré-História e no Instituto de Ciência e Tecnologia Ambiental da Universitat Autónoma de Barcelona.

Oliver Craig (PhD em Geoquímica Orgânica, Universidade de Newcastle, Reino Unido) é professor da Universidade de York (Reino Unido) e um arqueólogo de base científica, com um grande interesse em alimentação pré-histórica, dieta e culinária. Ele usa a análise de resíduos orgânicos da cerâmica, e de isótopos estáveis de ossos humanos para investigar as principais transições alimentares no passado, com um interesse particular na transição da caça e coleta para a produção de alimentos. Em TRADITION Oliver irá coordenar a equipe do BioArCh (Universidade de York), trabalhando na identificação de recursos aquáticos em cerâmica.

Steve Cinderby (PhD em SIG participativo, Universidade de York, Reino Unido) é ​​um pesquisador do Stockholm Environment Institute (SEI, Reino Unido), especializado na resiliência comunitária, questões de urbanização (incluindo infraestrutura e mobilidade ecológica) e suas ligações com o bem-estar. Ele também ajuda a liderar o tema de pesquisa SEI Transforming Governance, que examina como os processos de governança podem se tornar mais inclusivos e responsáveis, e como os resultados de governança podem se tornar mais eficazes e equitativos. Em TRADITION, Steve trabalhará com o SIG participativo das comunidades pesqueiras modernas para mapear sua dimensão cultural, e avaliar as mudanças na natureza do conhecimento tradicional ao longo de gerações.

Paulo César Fonseca Giannini (PhD em Geociências, Universidade de São Paulo, Brasil) é pesquisador em Geologia Sedimentar do Instituto de Geociências (IGc) da Universidade de São Paulo (USP). Ele trabalha com análises de fontes de sedimento com base nas propriedades vetoriais e escalares dos sedimentos; análise de fácies em sistemas deposicionais quaternários; reconstrução da variação relativa do nível do mar no Holoceno; e geoarqueologia, especialmente constituição, estratigrafia e distribuição espaço-temporal de sítios pré-colombianos no Brasil. Em TRADITION Paulo ajudará a coordenar a integração de novos dados paleoecológicos de diferentes indicadores ambientais e climáticos no sul do Brasil com aspectos referentes à evolução dos sistemas deposicionais.

Luiz Geraldo Silva (PhD em História Social, Universidade de São Paulo, Brasil) é professor titular do Departamento de História da Universidade Federal do Paraná. Estuda história social das sociedades marítimas no Brasil entre os séculos XVI e XIX, com ênfase em suas relações de poder baseadas em diferenciais de saber sobre o meio marítimo e sobre as embarcações, os instrumentos e os aparelhos de navegação e de apropriação dos recursos naturais. Em TRADITION Luiz ajudará a coordenar a análise histórica dos documentos escritos e artísticos, e a integrar as informações com dados arqueológicos, paleoecológicos e etnográficos.

Conselho Consultivo

Administradores

  • Susana Aragón Rodrigo,
    Universitat Autònoma de Barcelona
  • Jo Tozer,
    University of York
  • David Lauder,
    University of York

Colaboradores

  • Milena Ramires,
    Universidade de Santa Cecilia (UNISANTA)
  • Luciane Zanenga,
    Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Dione Bandeira,
    Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE)
  • Ximena Villagran,
    Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (USP)
  • Roberta Meyer Miranda da Vega,
    Museo Arqueológico de Sambaqui de Joinville (MASJ)
  • Alexandro Damathe,
    Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)
  • Andrea Lessa,
    Museu Nacional da Universidade Federal Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Alpina Begossi,
    Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP) and Universidade de Santa Cecilia (UNISANTA)
  • Roberta Aguiar dos Santos,
    Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Sudeste e Sul (CEPSUL)
  • Walter Steenbock,
    Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Centro Nacional de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade Marinha do Sudeste e Sul (CEPSUL)
  • Sergio Francisco Serafim Monteiro da Silva,
    Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Rafael Milheira,
    Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
  • Cecile Brugere,
    Soulfish Research & Consultancy
  • Verônica Wesolowski,
    Museu de Arqueologia e Etnologia da Universidade de São Paulo (USP)
  • Carlos Alberto Etchevarne,
    Universidade Federal do Recôncavo da Bahia
  • Fernanda Borba,
    Museu Arqueológico de Sambaqui de Joinville (MASJ)
  • Rafael Cortelletti,
    Universidade Federal de Pelotas (UFPel)
  • Marta Cremer,
    Universidade da Região de Joinville (UNIVILLE)
  • Sady Pereira do Carmo Junior,
    Universidade Federal do Paraná (UFPR)
  • Tania Andrade Lima,
    Museu Nacional da Universidade Federal Rio de Janeiro (UFRJ)
  • Geovan Martins Guimarães,
    Universidade do Sul de Santa Catarina (UNISUL)

Instituições

Instituições colaboradoras